Esfoliante facial Smuggler’s Soul da Lush

Sou fã do conceito da Lush. Os cosméticos são feitos à mão, com o máximo possível de ingredientes naturais e sem testar em animais. Como disse em um post no Instagram após a minha última passagem em uma das lojas dela, estou tentando prestar cada vez mais atenção nas diretrizes das marcas. Resolvi começar a dar preferência às marcas que seguem esta ideologia (que eu considero mais correta e responsável), mas isso não significa que de um dia para o outro vou mudar todos os meus hábitos e produtos de costume.

Considero isso um processo, assim como tornar-me vegetariana. Com a comida, é até mais fácil para mim porque não curto muito carne. Já resistir à um creminho “milagroso” ou àquele tom de batom que só encontro na bendita marca que também vende na China (e por isso ainda testa em animais) já é mais difícil. Mas como eu disse, é um processo de descoberta e também de adaptação.

E falando em novos achados, foi neste estado de espírito que resolvi trocar o meu esfoliante facial preferido da Avène pelo o “Smmuggler’s Soul” da Lush.

Esfoliante facial Lush “Smmuggler’s Soul” (9,95€, 45g): “O sândalo desde esfoliante vem de um grupo de cultivadores aborígenes do Kalgoorlie, no oeste da Austrália. A este perfume rico, junta-se o extrato de bamboo que esfolia a pele, um pouquinho de suco de mamão para refrescar. Os óleos de argan e de ‘rosa canina’ orgânicos revigoram e hidratam”.

As partículas de bamboo são bem pequenas, mas você com certeza as sente ao passar no rosto.

Primeiras impressões

Foi a moça da loja que me indicou este produto quando disse que a minha pele era sensível e que eu gostava de “sentir” o esfoliante (prefiro os físicos, com partículas, aos químicos, líquidos). Ela testou na minha mão e de cara aceitei a sugestão. As partículas de bamboo são bem pequenas (tanto que não são visíveis na foto), mas você com certeza as sente ao passar no rosto. Aplico com movimentos circulares, sem forçar, e apesar de não ser uma máscara, deixo alguns minutos na pele antes de remover com água. Adoro a estética das embalagens e a quantidade, apesar de não parecer, é bem generosa porque não é preciso aplicar muito produto.

É bom?

Se eu disser que fico esperando os dias de fazer esfoliação (faço 2 vezes por semana) acho que já responde a pergunta, né? Hahaha Adoro a textura e a sensação de limpeza que vem depois. Devo admitir que não sou muito fã do tal sândalo. Não compraria um perfume disso, por exemplo. Como o cheiro não fica, não considero como um ponto necessariamente negativo. Penso que na hora de renovar, vou procurar um esfoliante facial com mais ou menos a mesma textura só que com outro perfume – mais pela vontade de testar um diferente do que pela necessidade de trocar. Minha pele se adaptou super bem e minha pele ficou até sem aquelas pipoquinhas “normais”, sabe? Não posso afirmar que apenas pela ação dele, mas com certeza pela combinação de todos os cuidados.

O que você acha da ideologia da Lush? Você usa os produtos da marca? Quais você mais gosta? Deixe a sua recomendação nos comentários!

Continue Reading

Desodorantes naturais Schmidt’s

No fim do ano passado, a polêmica envolvendo a composição “tradicional” dos desodorantes e uma possível relação com a câncer de mama voltou a ser assunto na mídia (pelo menos na francesa). Isso porque, em Setembro de 2016, foi publicado um estudo no International Journal of Cancer demonstrando que o cloreto de alumínio, presente em muitos produtos, favorecia o desenvolvimento da doença.

No Brasil, o parecer do Inca (Instituto Nacional do Câncer) é de que “deve-se considerar que ainda não há estudos suficientes nem conclusivos que comprovem a associação positiva entre a exposição a parabenos e a presença de danos no DNA que poderiam levar ao câncer”. Nós falamos sobre isso aqui em casa na época e reparei na composição dos desodorantes que utilizava. Foi aí que meu marido pediu para eu tentar usar um produto natural, por via das dúvidas. Achei fofo.

Achei fofo, mas enrolei. Porque o Rexona já tá ali no supermercado, mesmo. Porque gosto do cheirinho do Dove de laranja sanguínea. Porque o Nivea não marca na roupa preta. Meses passaram e foi só no começo deste mês de março que resolvi experimentar um desodorante natural. Escolhi dois da marca Schmidt’s (comprei na Oh My Cream), em embalagens diferentes, para testar.

Desodorante Natural Schmidt’s (12€, 92 gramas em stick e 56,7 gramas em pote): “absorve odores e humidade graças a sua fórmula 100% natural. A textura não é grudenta nem oleosa, contém manteiga de karité para hidratação e bicarbonato de sódio para neutralizar odores. O pó de araruta é utilizado para absorver a humidade sem impedir a transpiração. Para uma ação de proteção e conforto, os desodorantes também contém manteiga de cacau.”

Primeiras impressões

Escolhi a versão stick com perfume de bergamota e limão e o potinho com perfume lavanda e sálvia. Os dois têm um cheiro delicioso e suave. As embalagens são simples e contém bastante produto. A versão stick é claro bem mais prática. O potinho vem com uma espátula que você usa para pegar o produto, colocar na mão, esquentar e depois passar nas axilas. Achei uma consistência diferente e queria experimentar. Pensei que seria mais fácil durante o inverno, mas acaba fazendo uma “baguncinha”. Sobre manchar a roupa, é só esperar ele secar um pouquinho que não fica marca – tanto no preto como no branco.

É bom?

Vou perder um pouquinho da classe e falar claramente: o sovaco fica muito cheiroso. Hahaha. Mas sério, principalmente com o de bergamota e limão, que virou o meu cheiro e embalagem preferidos. Tenho hábito de passar desodorante o tempo inteiro (um dos motivos também para tentar algo mais natural), mas mesmo com um intervalo maior entre as aplicações não sinto odor nenhum. Aliás, não fica fedido nem depois de fazer exercício físico. Ok, eu não treino para uma maratona, mas depois de uma caminhada de uma hora continuei não tendo problemas neste sentido.

Porém a ação antitranspirante é bem fraca. Falando nisso, para mim era tudo uma coisa só; só que não. Foi com o parecer do Inca que aprendi que desodorante e antitranspirante são produtos com ações diferentes. E aí dá até para entender que o Schmidt’s tenha um cheiro tão bom mas não consiga segurar a humidade (apesar de prometer fazê-lo). Concluo então que estes desodorantes são aliados perfeitos para o dia a dia de trabalho no escritório ou em casa. Na hora de fazer um treino ou de se movimentar muito, é melhor procurar um produto com ação antitranspirante mais eficiente.

Gosta de desodorantes naturais? Recomende nos comentários a marca você usa. Conte também se já reparou na lista de ingredientes dos produtos do seu banheiro ou se este post chamou a sua atenção para isso!

Continue Reading

Linha Klorane de cuidados com os cabelos

Se tem algo ao qual não sou fiel, essa coisa é produto capilar. Troco todas as vezes em que preciso comprar um novo. Isso porque gosto de testar outras marcas, porque as necessidades mudam e as novidades são muitas.

Há algum tempo comecei a prestar mais atenção na composição dos alimentos que consumo. Para mim é claro que quanto menos artificial, melhor. Quando reparei que os meus cabelos estavam sem brilho e que nenhum dos produtos que comprava no supermercado estavam reparando isso, resolvi levar a mesma filosofia natural para a cabeça.

Pesquisando, descobri que a Klorane é uma das queridinhas das francesas e não entendi o motivo de ainda não ter experimentado. A marca está presente no mercado há 50 anos e faz parte dos laboratórios Pierre Fabre. Ativos vegetais são o principal ingrediente dos produtos. Aconselhada pela atendente da farmácia, escolhi a linha feita a base da flor magnólia.

Shampoo Klorane de Cera de Magnólia (7,79€, 400 ml): “Associação única de cera de magnólia e de um complexo ativador de brilho exclusivo, sua fórmula reunifica as escamas e alisa a superfície do cabelo para refletir plenamente a luz”. 

Primeiras impressões

Acostumada com o visual cada vez mais elaborado das embalagens das marcas de cosméticos mais “tradicionais”, a simplicidade da estética Klorane pode parecer estranha, porém já deixa claro o conceito da marca: menos é mais. Sou daquelas que não consegue usar um shampoo X e um condicionador Y, então já fui logo comprando tudo da mesma linha (tamo junto? hahaha). Desconfiei um pouco da eficiência da máscara (13,50€), porém gostei de ter uma mini embalagem de condicionador (6,85€) porque ele sempre acaba depois do shampoo.

É bom?

Estou usando desde o fim de outubro e estou apaixonada. Mesmo depois de pintar o cabelo, ele continuou macio e luminoso – sim, consegui o brilho que tanto queria! Pouco produto é o suficiente e o bônus é que ele também ajuda a desembaraçar as madeixas. Ficou muito fácil pentear o cabelo depois do banho. Não gostei muito do cheiro. Não é ruim, mas também não é bom. Hahaha. Mas no cabelo fica melhor, beeem suave. A máscara realmente dá um boost na hidratação. Sabe o que eu gosto de fazer? Ao invés de deixar só os cinco minutos indicados na embalagem, eu a coloco no cabelo seco durante a manhã (claro que num dia que sei que não vou precisar sair de casa kkk) e só lavo à noite.

Virei fã da marca e não vejo a hora de testar outras linhas. Também já ouvi falar bem do shampoo seco. Sou fã do Batiste e estou curiosa para saber se vou achar um substituto.

Acho que shampoo (e cia) é muito pessoal. O que dá muito certo para mim pode não funcionar para outra pessoa, mas sempre vale tentar, né? Vocês usam sempre os mesmos produtos nos cabelos ou gostam de mudar como eu? Me contem nos comentários quais são os seus favoritos!

Continue Reading

Batom líquido mate da Bourjois

Eu demorei muito para aderir ao batom mate e levei ainda mais tempo para apostar no líquido mate. Na verdade, só comecei a usar batom há alguns meses justamente por querer testar esse tipo de produto. O motivo disso era um complexo bobo que eu tinha. Achava que chamava muita atenção com a boca colorida. Pelo menos desta “neura” eu me livrei! E agora que gostei de pintar os lábios, queria falar com vocês sobre o Rouge Edition Velvet da Bourjois.

Batom Rouge Edition Velvet (14,50€): “Permanece suave, aveludado, ultra leve e confortável durante todo o dia. Agora com acabamento mate, cores exaltadas e duração de 24h. Você não precisará se preocupar em retocá-lo! Uma experiência sensorial inacreditável graças aos óleos que dão uma sensação ‘segunda pele’, sem ressecar.”

swatch-liquido-mate-bourjois

Primeiras impressões

Nada de ruim a dizer sobre a embalagem, a tampinha combina com a cor do produto e é bem fácil ver o conteúdo. O aplicador parece o tradicional de gloss e acumula bastante, então pego leve no começo e limpo na borda antes de aplicar. Todos têm o mesmo cheiro artificial, mas não dá para sentir quando você passa, só quando você quer verificar se tem algum odor, mesmo.

É bom?

Até agora comprei três e não ligaria de ter as 17 cores. Isso responde a pergunta? Hahaha. Achei o preço ótimo e o produto supera as expectativas. Não dura 24 horas; é preciso retocar após uma refeição, por exemplo. Mas apenas no meio, porque no contorno dos lábios ele fica “firme e forte” e é até difícil tirar – só sai com óleo de côco. Cuidado com as toalhas ao enxugar o rosto! Ah, e a textura aveludada prometida é cumprida. Ele vai secando aos pouquinhos e não craquela. Isso, claro, se a hidratação estiver em dia.

Vocês usam batom mate ou mate líquido? Qual é o seu preferido? Me contem nos comentários!

Continue Reading

A linha Prep + Prime da MAC

Eu não sei vocês, mas eu não sou fã de ter que retocar a maquiagem ao longo do dia. Adoro o momento de sentar e fazer a produção – é quase uma terapia – mas depois não quero mais pensar nela. Acontece que a oleosidade da pele, as condições do ambiente, do clima e até a fórmula dos produtos aplicados influenciam na durabilidade da maquiagem. Para ajudar na fixação, existem os primers e os sprays fixadores. Resolvi investir em dois primers da linha Prep + Prime da MAC para o rosto e para os olhos. Foi a primeira vez que comprei algo deles – sempre tive vontade! Quer saber se funcionam? É só continuar lendo.

prepprime_mac2

Prep + Prime 24-hour Extend Eye Base (21€): “A fórmula resistente à umidade e ao suor previne que as sombras desbotem e formem vincos, ao mesmo tempo permitem que as cores mantenham sua fidelidade até por um dia inteiro. Confortável e leve, o primer contém os ricos antioxidantes da vitamina E e é ideal para todos os tons e tipos de pele”.

prepprime_mac3

Prep + Prime Natural Radiance (39€): “ Sedosa emulsão em gel, rica em ingredientes naturais, hidrata e prepara para uma melhor aplicação de base e pó, controla a oleosidade e oferece textura suave. Vitaminas E e C protegem com antioxidantes e a cafeína acalma a pele. Pó iluminador perolado reflete brilho óptico.”

Primeiras impressões

As embalagens são lindas e vêm com uma ótima quantidade de produto. Vai demorar muito para acabar. Só aí já vale o investimento! Os dois têm um tom de rosa bem clarinho (o Natural Radiance também está disponível num amarelinho para tons de pele mais escuros), mas ficam transparentes depois de aplicados. Não senti nenhum cheiro particular. A textura do primer dos olhos é bem mais espessa do que eu esperava. Um “tiquinho” (mesmo!) de produto é o suficiente.

prepprime_mac_swatch
É o suficiente: um pump do Natural Radiance e um tiquinho do Eye Base em cada olho.

É bom?

Virei fã de carteirinha do Eye Base! Minha pálpebra sempre ficava com um vinco horroroso de sombra e com ele isso não acontece mais. Não sei se ele aguenta as tais 24 horas (nunca fiquei esse tempo todo de maquiagem!), mas na última vez que saí, passei às 18h e voltei à meia noite com tudo no lugar. Acho o preço bem justo.

O Natural Radiance realmente ajuda a deslizar a base e dá um brilho saudável à pele. Eu não gosto de acabamento mate em mim, mas se você preferir, não use este produto porque ele ilumina, sim. Ele não tem uma fórmula destinada a reduzir a aparência dos poros, então tenho que colocar o Porefessional da Benefit (a partir de 12€) na zona T. Na fixação ele também não faz um trabalho extraordinário. Volto para casa sozinha, porque o blush, o contorno e o corretivo ficaram na rua. Ou seja, ele cumpre a promessa de iluminar, mas não vai além disso.

Alguém já usou um desses (ou os dois!)? O que vocês acham dos produtos da MAC? Tem algum na  lista de desejos? Me contem nos comentários!

Continue Reading