Não sou dermatologista e nem tenho nenhuma formação estética, então minhas dicas para ter a pele perfeita são baseadas nas minhas descobertas, orientações profissionais personalizadas e testes com diferentes produtos. Sofri por muitos anos com as imperfeições da pele do meu rosto, fiz de tratamento homeopático a Roacutan e hoje finalmente estou contente com o que vejo no espelho. Quando uso o termo “perfeita”, quero dizer o melhor estado natural da sua pele e não aquela impressão comercial das revistas, sem poros e marcas.

Claro que a melhor recomendação de todas é procurar um dermatologista, mas ao longo dos anos reparei que o melhor estado da minha pele é uma consequência dos meus hábitos e resolvi compartilhar com vocês o que faz a diferença para mim.

1 – Determine o seu tipo de pele

Seca, mista ou oleosa? Estas são categorias básicas de tipos de pele, mas além disso ela pode ser sensível, desidratada ou ter condições especiais que você precisa conhecer. Isso vai te ajudar a escolher o produto ideal dentre os zilhões disponíveis no mercado. Também vai te fazer entender que não adianta seguir a recomendação da blogueira X, que tem pele seca, se a sua é oleosa. As necessidades são diferentes e o resultado não será o mesmo.

Saiba também que as condições da sua pele podem (e provavelmente vão) mudar conforme as temperaturas do ambiente oscilarem, como ficar mais oleosa durante o verão. Sabendo disso, você já vai ter em mãos o que for necessário.

2 – Mantenha uma rotina de cuidados

O básico do básico é lavar o rosto duas vezes por dia, de manhã e à noite. Não venha com desculpas para não fazer isso, dá até para fazer no banho (se a água não estiver quente). Mantenha esta rotina de cuidados. Pode parecer uma perda de tempo, mas quando este hábito estiver incorporado no seu dia a dia, vai ser como escovar os dentes.

Também é interessante saber como a sua pele reage à esfoliação. Talvez uma vez por semana seja o suficiente, mas quem sabe duas vezes possa ser o ideal. Colocar uma máscara logo após também é legal. O tipo de ação vai depender das suas necessidades, mas o importante é manter a regularidade.

Extra: Se for possível, reserve uma toalha apenas para secar o rosto. Não use a mesma para enxugar as mãos. Tem dermatologista que recomenda até o uso de papel toalha.

3 – Evite mudar de produtos com muita frequência

Eu amo, amo testar coisas novas no rosto. Mas quando deixo os meus produtinhos de sempre de lado por muito tempo, minha pele reage à agressão. Então quando encontrar um sabonete e um hidratante (com proteção solar!) que funcione, não precisa querer mudar todo mês! Lembre-se também que a maioria dos produtos leva um certo tempo para agir. Não desanime se não ver resultados positivos de uma dia para o outro.

4 – Analise o seu reflexo

Mas pode acontecer de você insistir no uso de um produto (talvez porque foi caro) e a sua pele mostrar sinais de rejeição. Uma dica que faz parte do meu quotidiano é olhar no espelho e buscar por melhoras ou, ao contrário, indícios de que as propriedades de tal creme não são compatíveis com minhas necessidades. Vermelhidão, pipocamento, ardência ou espinhas podem ser alguns alertas. Interrompa o uso do produto e verá se ele é a causa. Isso funciona especialmente quando você introduz um novo produto numa rotina estável.

5 – Hidratação e nutrição

Eu não entendi isso até o fim da minha adolescência e provavelmente sofri mais do que se o tivesse feito, mas entenda de uma vez por todas de que o que você come tem um impacto na sua pele. Não é que chocolate dá espinha. Mas se você comer chocolate e mais um monte de porcaria, sua pele vai reagir a isso. Se você não beber água o suficiente, seu rosto vai mostrar isso. Nossa pele também pode reagir a alterações hormonais, mas isso só piora se não tomarmos cuidado com o que ingerimos. Preste atenção nos nutrientes e hidrate-se! 

Acho importante tomarmos conta da nossa aparência e da nossa saúde (não se esqueça de que a pele é o nosso maior órgão), mas é importante ter expectativas realistas, ainda mais quando não temos a oportunidade de fazer todos aqueles tratamentos estéticos. Aprenda a apreciar a sua beleza e a ver a perfeição no seu estado natural. Tem mais alguma dica que de hábitos que melhoram a pele? Conte aqui nos comentários!