4 Motivos para assistir a série Reign

Fiquei sabendo sobre “Reign” pela Karol Pinheiro. Coincidiu com a época em que estava terminando “Orange is the new black” e que ficaria “órfã” de série. Isso se você desconsiderar que também estou assistindo “Grey’s Anatomy” e “Shadowhunters”  (quem acompanha essas?) conforme novos episódios são liberados a cada semana. Mas não poderia assistir vários episódios de uma vez só, sabe? Já tinha visto a miniatura de “Reign” no Netflix e não me importando, mas então resolvi dar uma chance.

E viciei. Sério, gostei muito desta série e não consigo assistir mais nada. Por isso listei quatro motivos para recomendá-la para vocês. Porém confesso que não pesquisei muito sobre a produção porque não quero spoilers. Infelizmente aqui na França a Netflix só disponibilizou duas temporadas até agora. A quarta (e última) está no ar agora nos Estados Unidos #chateada.

1 – A história é verdadeira

A série conta a história da Mary Rainha da Escócia, que desde jovem foi prometida em casamento para o filho do Rei Henry II da França para consolidar a aliança entre as duas nações. A trama se passa nos arredores do Castelo de Fontainebleau, que fica há cerca de 60 quilômetro ao sul de Paris, por volta do ano 1559, durante o período do Renascimento e das Guerras Religiosas entre católicos e protestantes.

A produção toma todas as liberdades poéticas possíveis, então não espere uma série fielmente histórica. “The Crown” leva mais pontos nesta categoria. Porém esses personagens existiram e seus traços flutuam pelos monumentos históricos que ainda estão de pé. É incrível! Vários outras referências são citadas e é uma delícia saber onde fica Angers, Poitiers ou Chambord. Apesar de não ser fiel, “Reign” despertou o meu interesse por esta parte da história francesa. Vou terminar de ver a série e mergulhar na pesquisa para conhecer detalhes da história verdadeira.

2 – Muito drama

Se você gosta de amores impossíveis, frágeis alianças, ganância e traição, vai gostar de “Reign”. Todo mundo faz tudo pelo poder. Pense em “Game of Thrones” , porém bem menos sangrenta e muito mais recatada. Cabeças ainda rolam e os amores são fogosos, mas nada é explícito. Aí depende do seu gosto para definir se isso é algo bom ou não.

3 – O figurino 

Não tem outro jeito de falar: é um vestido mais lindo que o outro, uma jóia mais rica que a outra. A responsável, Meredith Markworth-Pollack, dá uma modernizada nos looks, mas sempre utilizando referências da época. Dá vontade de sair usando! Ainda bem que pelo menos dá para dar uma adaptada com as chokers Kkkk.

4 – O elenco é desconhecido, porém convincente

Com exceção de Alan Van Sprang (que interpreta o Valentine em “Shadowhunters” mas que eu chamo de Daughtry kkkk. Não parece muito eu sei, mas ficou na minha cabeça) e da Anna Popplewell (a Susan, de “As Crônicas de Nárnia”), o elenco me era bem desconhecido. Sou meio chata com isso, é sempre a primeira característica que procuro nas informações de um filme ou de uma série.

Mas os atores de “Reign”, de modo geral, mandam bem e são convincentes nos respectivos papéis. Nada digno de uma premiação, mas com certeza mais do que o suficiente para te dar vontade de continuar assistindo. Destaque óbvio para a protagonista australiana Adelaide Kane e para Torrance Coombs, que encarna o meio irmão bastardo Bash. Meu único “problema” é que meu cérebro substitui a imagem dele pela versão Murtagh do Garrett Hedlund de maneira totalmente instantânea e involuntária. Não é culpa do moço Hahaha.

Ficaram com vontade de ver “Reign”? Se já assistiu, conte nos comentários outros motivos pelos quais você recomendaria a série. Mas nada de spoilers, hein! Já que daqui a pouco termina, qualquer outra recomendação é bem vinda!

You may also like

9 Comments

  1. Ótima dica!!! E lá vai mais uma série pra lista…rs. Eu não curto muito o tema, mas gostei tanto de The Crown que acho que estou revendo meus conceitos! 😀

    Eu comecei Homeland e viciando…! E acompanho Scandal, How To Get Away With Murder e The Catch.

    P.S.: “Assista e venha conversar comigo pq preciso mto comentar!!!” kkkkkkkkk Melhor comentário!!! Sou MUITO dessas! ;D

    1. Kkkk Então vai assistir logo para a gente comentar! 😛 Eu gosto de filmes deste tipo, mas é a primeira série que assisto nessa linha “histórica” (tipo, não vi “The Tudors”, “Medici” nem nada). E Reign tá despertando muito a minha curiosidade para conhecer mais dessa época. Antes só gostava da Maria Antonietta hahahaha.

  2. Ontem vi alguém comentando sobre essa série em algum blog e me interessei. Ja tinha visto na netflix, mas acabei deixando p lá. Assisto Shadowhunters, tenho um caso de amor com essa série. Também tenho essa coisa de ir assistindo os eps enquanto vão saindo. Quero começar Greys, acredita que ainda não vi? Vou colocar Reign na lista. Beijão ❤

  3. Até minha mãe é viciada nessa série hahahaha Essa série no início só me chamou a atenção por conta da Anna Popplewell 😀 Até agora só consegui assistir a primeira temporada e estou gostando, vamos ver se vai continuar assim nas próximas temporadas♥
    Beijos!

  4. Oi Ju, tudo bem? Já vi algumas pessoas indicando essa série mas ainda não assisti nenhum episódio =/ Pelas imagens do vídeo promocional o figurino é realmente incrível, muita riqueza e jóias não é mesmo? Amo esse estilo romance de época, conto de fadas, castelos, reis e rainhas, parece tudo tão lindo <3 Com certeza uma excelente indicação, já vou reservar um tempinho para assistir. Beijos, Érika =^.^=

  5. Teria me interessado mais se fosse historicamente fiel! Nesse caso, de licença criativa, já não me deu muita vontade assistir. Talvez dê uma chance quando estiver bem atoa haha
    Literalize-se

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *