Les Baux-de-Provence

Se você acompanha o blog no Instagram (@madamebr, segue lá!) viu que aproveitamos o casamento no sul da França para passear por lá com a família e os amigos. Um dos lugares que visitamos foi Les Baux-de-Provence. Considerado como um dos “Vilarejos mais belos da França”, a paisagem é dominada pelo massivo dos Alpilles. Se forem lá, segurem os chapéus. O vento mistral sopra forte 100 dias por ano e é um pouco mais calmo por 83 dias. A conta resulta em meros 182 dias sem vento.

Les Baux-de-Provence-2-1

A visita é estritamente feita à pé e os carros devem deixados na única rua que leva até o topo. O estacionamento custa 5€ sem limite de tempo. Apenas 22 pessoas moram na parte alta da cidadela e outras cerca de 400 vivem nos arredores. Mas o número de visitantes é assustadoramente maior: mais de um milhão e meio de turistas ocupam as ruelas por ano. O resultado são diversas lojinhas com produtos típicos e precinhos salgados. Vale comparar os valores entre uma e outra.

Entre os monumentos do patrimônio histórico que podem ser visitados estão o castelo medieval (visita paga a 10€, incluso o audio-guia em português e com duração de cerca de duas horas), a igreja de São Vicente e a janela do Renascimento (na foto abaixo). Esta última é tudo o que sobrou de uma importante construção do ano 1571. Na rocha é possível ler “post tenebras lux” (depois da escuridão, luz). A afirmação protestante implica a forte presença da religião em Baux durante o século XVI.

Les Baux-de-Provence-3

Já conheciam Les Baux-de-Provence? O que acharam da paisagem? Me contem nos comentários!

You may also like

5 Comments

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *