Este é um tema que ainda gera muitas dúvidas em quem está se preparando para vir para a França como estudante. São várias etapas, papeladas e taxas que devem ser previstas. O meu processo durou quatro meses. Consegui o documento na primeira tentativa e aqui dou dicas para você conseguir o seu também.

A primeira parte deste guia com “Informações iniciais básicas” está aqui.

As etapas do Campus France

Com o papel original da aceitação da faculdade em mãos, comecei o processo com o Campus France. Foi simples e se tiver dúvidas, pode entrar em contato com eles para esclarecê-las. O pessoal foi bem atencioso comigo. Lembrando que fiz a minha inscrição na Universidade de Nantes sozinha. Quem ainda não tiver esse documento, pode solicitar a ajuda da agência para encontrar uma escola em determinados casos. Os dois procedimentos são diferentes.

Para quem já foi aceito em uma instituição de ensino francesa, o primeiro passo é se cadastrar no site do Campus France. É por lá que você acompanhará a validação de cada etapa antes da entrevista – são cinco no total. Por isso, não perca seu número de registro e senha de acesso. O formulário está em francês (lembram que recomendei já ter pelo menos uma noção do idioma?) e pede dados básicos como nome e data de nascimento.

O preenchimento do dossiê é o segundo passo. Lá você deve responder perguntas sobre o seu nível de escolaridade no Brasil, a motivação do seu estudo na França, se já estudou o idioma estrangeiro (onde e por quanto tempo), se já morou fora do Brasil e etc. Ou seja, são esses dados que devem estar de acordo com o seu projeto de estudos. Separe todos os certificados que tiver e digitalize-os, pois você vai precisar anexar esses documentos ao formulário online. (Conselho: leve também originais + cópias na entrevista, vai que…).

Depois de enviado, o seu dossiê passa por uma avaliação da equipe Campus France. Em até 72 horas você deve receber um retorno validando o seu processo ou, eventualmente, solicitando correções. Esta é a terceira etapa. No meu caso, não houve nenhuma correção e quando fiz esse procedimento, tive ainda que enviar a cópia de alguns documentos para o escritório deles, mas agora aparentemente tudo está digital – o que facilita bastante!

campus-france-visto-estudante-

A quarta etapa é o pagamento da taxa administrativa, atualmente fixada em R$450,00 (em 2013 era de R$335,00). As orientações são dadas por inbox no site e devem ser seguidas no prazo máximo de dois dias úteis. Após validação, você pode agendar a entrevista.

Quinto passo: O agendamento é feito por e-mail, mas você recebe as instruções pela caixa de mensagens. Por isso que é tão importante sempre acessar o site e acompanhar a validação das etapas.

Todo esse processo, que, eu sei, parece bem longo, demorou apenas uma semana para mim (e olha que tive que enviar documentos pelos Correios!).

A entrevista do Campus France

A lista dos casos dispensados de entrevista pré-consular está aqui. Ela deve ser feita presencialmente em uma das seguintes capitais brasileiras: Aracaju, Belém, Belo Horizonte, Brasília, Curitiba, Florianópolis, Fortaleza, Manaus, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, São Luís, São Paulo e Salvador.

Uma entrevista de candidatura aos estudos superiores na França deve idealmente ser realizada, parcialmente ou integralmente, em francês. Para os outros casos, pode ser em português. De uma forma geral, a conversa dura 30 minutos e aborda assuntos ligados ao percurso de estudos e aos objetivos acadêmicos na França. É como uma entrevista de emprego (porém bem menos formal), onde você deve explicar as suas escolhas, motivações e aspirações profissionais. Não esqueça de dar um toque pessoal em suas repostas, para não ficar robótico e mostre conhecimento sobre o programa oferecido pela futura escola.

Minha entrevista durou 15 minutos e foi em português. Basicamente, fiz um monólogo de todo o meu currículo, falei da minha experiência em Chicago e no fim ela me deu o papel que atestava o fim do processo com o Campus France. Este documento faz parte dos exigidos pelo Consulado para conseguir o visto francês para estudantes.

Confira a página inicial do guia aqui e veja quais serão os próximos assuntos abordados. Ficou alguma dúvida ou tem uma sugestão de conteúdo? Entre em contato.